Pesquisar no blog

segunda-feira, 2 de maio de 2011

Auxílio ao deficiente visual


Agência FAPESP – O governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, assinou na semana passada o decreto de lançamento do Programa Cão-Guia – uma iniciativa do governo estadual que, entre outras medidas, incluiu a construção na Universidade de São Paulo (USP) do Centro de Referência para o Cão-Guia.

O centro será administrado em parceria com a Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ) da USP. O primeiro centro público do gênero no país tem o objetivo de criar e treinar cães-guia para pessoas com deficiência visual, além de também definir os parâmetros em relação ao uso de cão-guia e os métodos de treinamento do animal.

Inicialmente, deverá entregar 30 cães-guia por ano e possibilitará a criação na FMVZ de uma linha de pesquisa nessa área, visando formar veterinários com capacitação em criação e treinamento desse tipo de animal.

O prédio do centro, com projeto concebido pela Fundação para Pesquisa em Arquitetura e Ambiente (Fupam), entidade ligada à Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP, será construído em uma área de 600 metros quadrados, nas proximidades da FMVZ. Terá quatro andares e contará com áreas de canis, destinadas à permanência, tratamento e treinamento dos animais, com capacidade para até 92 cães, além de uma área técnica e de pesquisa.

A obra está orçada em R$ 2,5 milhões, e o prazo para entrega é de um ano, após o início das obras, que ainda depende das licitações.

O programa funcionará da seguinte forma: será selecionada uma família adotiva para cada filhote, que cuidará do cão por um ano, com todas as despesas fornecidas pelo Estado. Nesse período, os animais serão visitados periodicamente por membros do centro, que acompanharão seu desenvolvimento.

Passado o primeiro ano, os animais serão encaminhados ao centro de treinamento, onde passarão por adestramento específico para cães-guia de cegos, além de acompanhamento clínico feito por veterinários da FMVZ.

O período de treinamento terá duração de quatro a seis meses, dependendo da evolução do animal. Após o treinamento, os cães-guias serão encaminhados gratuitamente para pessoas com deficiência visual selecionadas pelo programa.

Mais informações: www4.usp.br/index.php/institucional/21220



Matéria publicada em: http://agencia.fapesp.br/13778

Nenhum comentário:

Educadora Especial / baseado no Simple | por © Templates e Acess�rios ©2011